Primeiro de setembro:

                         Primeiro de setembro: dia do professor de Educação Física.

 

                             Quando dava aulas de Educação Física no ensino fundamental ficava toda feliz quando recebia um cartão e um bombom no dia primeiro de setembro.

                              Pois estava vendo TV e o CREF nos cumprimentou  por este dia.

                              O CREF? Aquele mesmo que sabe cobrar mensalidades altas, mas não luta pelos profissionais de Educação Física, enquanto educadores, professores como parte de um todo: a escola.

                               Não acho que temos motivos para comemorar o dia do profissional de Educação Física.

                               Além disso, somos professores tanto quanto os de história, geografia, e, no entanto, não existe dia “do professor de história”, existe dia do professor: 15 de outubro!

                               Vamos anular este dia primeiro e nos ver como professores, nosso dia será 15 de outubro, como os demais. Antes de tudo: somos professores!!

                               Nossa função, além do ensino técnico de jogos, esportes, danças e outros elementos das práticas corporais: educar! As práticas corporais são nossos conteúdos, gostosos e diversas vezes divertidos, para educarmos! Conteúdos para ensinarmos a pensar, criticar, passar valores como ética, respeito, alteridade, honestidade.

                              Uma vez nos jogos escolares do ensino fundamental minhas alunas jogavam vôlei e nossa bola foi dentro da quadra da outra escola, o árbitro deu fora e ponto para elas, uma menina honesta do outro time viu e disse que havia ido dentro, uma professora do outro time fez sinal de silêncio para ela. Ensinou a mentir. Mentira não ensina ética e honestidade.

                             Naquela hora entendi o motivo de muitos profissionais da nossa área comemorarem o seu dia separado dos demais: esquecimento de que, antes de tudo, somos educadores.

                            E educar significa transformar com o trabalho, mesmo que o mundo grite: minta! Porém, nós sussurramos: seja honesto! O mundo diz “passe por cima”, nós dizemos “dê a mão para seu amigo se levantar”. Quando todos dizem para sermos egoístas, ensinamos como é doce ser solidário. Quando tudo e todos nos  ensina sobre não ceder, não ouvir, remamos no outro sentido, com força contra a maré.

                            Quando todos os profissionais da Educação Física perceberam que são professores, junto com as demais disciplinas, não precisaremos nem questionar o dia primeiro de setembro. Ele será esquecido porque nosso dia e lugar é sempre com a Educação, ou seja, a transformação da sociedade “através” do conhecimento.

 

 

Camila Tenório Cunha

1/09/2009

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

5 Respostas para “Primeiro de setembro:

  1. Oi Camila,
    aqui é Sérgio de Goiânia. Gostei do seu texto e vou postá-lo no meu blog.
    Um abraço e até 15 de outubro.

  2. Marcelo Russo

    Olá, Camila.
    Apenas contribuindo (um pouco, apenas). A criação do termo “Profissional de Educação Física” foi forjado, com mais ênfase, desde 1995, com o PL 330/95 e, posteriormente, com o livro do Presidente Ad Eterno do CONFEF, Jorge Steinhilber, para garantir o processo de aprovação da Lei 9696/98. Separar a atuação deste com o professor da escola foi o caminho para tentar legitimar que, fora da escola, não trabalhamos docentemente (docência). E nossa luta, do MNCR, é construído, além de muita luta, muitos embates, muitas batalhas judiciais, de muita sensibilidade e beleza. E sempre encontramos isso por aqui… Que bom que estás conosco.
    Vida Longa ao Blog da Professora Camila…
    Vida Longa, Camila!

    Abreijos! Muvabreijos!
    Há braços! Há muitos braços!

    • profacamilatc

      É visível, Marcelo, este esforço deles de nos tirarem do lugar de educadores, Marcelo. Inclusive, por isso eles não lutam por nosso espaço “dentro” da escola. Quando perdemos os três dias por semana de aulas o CRFE não fez nada!
      Muvabreijos

  3. ESTELA MARIS

    02/09
    Concordo com você ,pois a funçao é dar um conhecimento libertário independente da disciplina,para que esses futuros adultos possam ser formadores de opinião e ter sua autonomia de fato.
    Beijos
    SOMOS TODOS EDUCADORES!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    ESTELA MARIS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s