Estado exceção, sequestro da democracia e greve geral.

Todos estão falando em greve geral e neste estado de Exceção, que começou há tempos, quando Zé Dirceu foi condenado sem provas e culminou com o golpe em 54 milhões  e meio de votos, faz sentido.

Contudo, venho falar o que sempre falo: a educação deve ir por outro caminho. Fazer ocupações parciais de escolas, com palestras que conscientizem e digam tudo diferente do que diz a Globo e Cia, concordo.

Todavia, parar totalmente dentro da educação, principalmente num governo golpista que já fez muitas coisas em pouco tempo CONTRA a educação, não concordo.

Este governo já retirou a verba para o programa de permanência de estudantes nas universidades, o que é muito importante para manutenção do processo de democratização delas. Muitos estudantes de baixa renda conseguem vagas no Enem longe de casa  e estudam em cursos integrais, não conseguem trabalhar. Esta verba para estudantes era de suma importância, bem mais importante do que o aumento para o judiciário fornecido pelo governo golpista, que, aliás, havia sido negado pelo governo Dilma.

Este governo também ainda não se preocupou em renovar ou abrir licitação para realização do Enem, que já está próximo e todos nós sabemos que é um caminho para democratização das universidades.

A democracia real passa pela democracia do conhecimento, sem isso, nunca  será real.

Boicotar Enem, democratização do conhecimento, está na agenda dos golpistas, por isso acho que a educação deva protestar sim, mas sem parar totalmente, apenas parcialmente, com palestras, mesas de debates, uma ocupação de meio dia, shows, passeatas, etc.

Queremos que este governo golpista pare, então devemos apoiar a greve geral dos setores que eles se importam, como bancos, fábricas, transportes aéreos (terrestres eles não usam), etc.

Educação e saúde? Eles não se importam e em pouco tempo já demonstraram isso.

Invadir senado, congresso, etc, estou dentro se não tiver aula naquele dia.

Como disse, se eles não se importam com a educação: eu me importo.

Camila Tenório Cunha

14/06/2016

Professora Mestre, filiada ao SINASEF-SP.

armandinho professores são perigosas

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s