Sobre várias coisas…

Antes que eu morra, melhor avisar…

Minha mãe pediu toda sua vida para tocarmos algumas músicas em seu enterro, queria ser cremada, e, queria algumas músicas que ela amava, como Fascinação com Elis Regina, E a Vida, de Gonzaguinha…

 A hora de conversar com o funcionário da cremação o funcionário disse “Tenho duas músicas curtas”. Realmente uma delas, a segunda, eu conhecia, com uma versão melhor de voz e violão, era curta. A primeira eu  acreditei que não pudesse ser feia porque ele disse que era um Pai Nosso cantado.

Como alguém tem a capacidade de estragar o Pai Nosso?

Isso é pecado, sorte que Deus deve ter um extremo bom humor, senão já tinha fritado estes cantores de igreja com seus raios...

A segunda, além de não ser curta, não era a versão de violão e voz, era um gospel gritado, destes horríveis, que ninguém merece.

Por isso, antes que alguém coloque um Pai Nosso que arrebente os ouvidos alheios em minha cremação (pois também quero ser cremada), já venho aqui avisar a música que quero:  Roda Viva, do Chico Buarque, na versão cantada por ele e MPB4.

Também não quero textos gravados e não escolhido por mim, quero um poema e pronto.

Leiam este poema e se despeçam.

Aliás, hoje, sete de novembro de 2015 faz trinta anos que morreu Cora Coralina, pode ser o poema ‘Eu voltarei”, dela… Se  bem que eu acho, que quando morrer, já terei vivido tão intensamente e tanto, que talvez só pense numas férias longas, do outro lado, e, nem queria ouvir esta palavra “voltar” tão cedo…

Mas também pode ser um destes meus poemas, escritos ainda na juventude:

VIDA VIVENDO

Prefiro morrer vivendo

A viver morrendo.

Prefiro brincar o carnaval

Atravessar a nado o canal

E escalar o Pão de Açúcar

A viver morrendo.

Assim vivendo posso descobrir

Na convivência,

Na aventura,

No jogo

E até mesmo no ócio

O sentido da vida.

Assim vivendo posso descobrir

A eternidade dos momentos

Em que a amizade me fez sorrir

Quando ali mesmo eu chorava.

Prefiro morrer vivendo

A viver morrendo.

Morremos quando nos vemos

Somente conosco

E vivemos e renascemos

Quando sentimos

O outro conosco,

Quando convivemos.

Morremos quando não sabemos

A alegria de se doar

E se juntar àqueles

Que buscam justiça,

Que buscam participação

E que constroem a cada dia

O viver vendo,

Sem raiva ou lamentação.

Camila Tenório Cunha, em idos anos 90… Este poeminha juvenil pode ser para que todos saibam que vivi intensamente, mesmo que para alguns isso signifique beber, ou outros prazeres,  para mim viver intensamente é se relacionar com as pessoas, a natureza e o mundo com profundo envolvimento.

E até hoje, tantos anos depois, acho que pode ser lido quando eu me for… Bom, acho por enquanto, aos 43 anos… Vamos ver se reescrevo este final daqui uns anos, por enquanto fica assim e fica avisado.

Todavia, devo aqui também agradecer às amigas da minha mãe, aos meus amigos do IFSP campus São João da Boa Vista, aos amigos do irmão e todos que fizeram juntos uma bonita prece coletiva na manhã de velório de minha mãe. Também agradeço e-mails, mensagens pelo face e outras boas vibrações recebidas que serviram bem para me consolar nesta hora de despedida dolorida. Agradeço algumas mensagens por celulares também, algumas especialmente lindas, como a de Alexandre Vavallo.  Porque apesar de tentarmos amenizar, apesar de entendermos que as pessoas que estavam sofrendo e finalmente tiveram um alívio,  sempre será uma despedida dolorida. Assim, só posso agradecer a todos que me apoiaram neste momento de despedida da minha mãe guerreira.

Camila Tenório Cunha, 07/11/2015

—————————————————————————————-

            Sou uma pessoa que ainda acredita em bons exemplos de ética, sensibilidade, compaixão, amor e que estes  transformam mais do que pedras (simbólicas ou reais).

           …Por isso sou Dilma.

Uma resposta para “Sobre várias coisas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s